TELEVENDAS:
WHATSAPP
(31)
3612-2067
9 9819-5913
Meu Carrinho
0

Economia agrícola

084728
0 avaliações

Economia agrícola

084728
0 avaliações
Parcelas e formas de pagamento
Visa
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
MasterCard
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Amex
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Elo
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Aura
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Jcb
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Diners
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Discover
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Hipercard
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00
Hiper
1 x R$ 33,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 33,00

Gostaria de receber notificação quando este produto estiver disponível?

Calcular frete e prazo
Entrega Frete Prazo
Digite um CEP e clique no botão OK.

Sinopse: , As políticas que afetam o desempenho das atividades agrícolas e pecuárias constituem o foco principal deste livro. Nesse rol, encontram-se tanto as políticas de caráter macroeconômico quanto aquelas destinadas exclusivamente ao setor agrícola, como o crédito rural e a política de preços mínimos de garantia ao produtor rural. Parte-se para o estudo do conjunto de políticas agrícolas executadas no Brasil, compreendendo desde a sua montagem nos anos 1970 até o período atual, quando novos instrumentos de intervenção foram criados. Nossos estudos encerram-se com a apresentação do conceito de sistema agroindustrial, bastante difundido no Brasil e no exterior.

Tipo: Livro
Título: Economia agrícola
Autores: Hildo Meirelles de Souza Filho e Antônio Márcio Buainain
Editora: EdUFSCar
ISBN: 978-85-7600-262-8
Assunto: Livros
Idioma: Português
Data de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 119
Tamanho: 21,5x27,5
Edição: 1ª
Apresentação. 9
CAPÍTULO 1: Políticas agrícolas
1.1 Por que é necessária uma política agrícola?. 13
1.1.1 Assegurar abastecimento. 13
1.1.2 Dependência da natureza . 14
1.1.3 Desenvolvimento socioeconômico. 14
1.2 Objetivos gerais da política agrícola . 15
1.3 Principais políticas que afetam a agricultura. 15
1.4 Políticas macroeconômicas. 16
1.4.1 Política monetária. 16
1.4.2 Política fiscal. 17
1.4.3 Política cambial. 19
1.4.4 Política comercial. 20
1.5 Políticas para o setor agrícola. 21
1.5.1 Política de preços. 21
1.5.1.1 Justificativas para uma política agrícola de preços. 22
1.5.1.1.1 Rigidez da oferta . 22
1.5.1.1.2 Risco e necessidade de maior volume
de capital. 23
1.5.1.1.3 Concorrência imperfeita no mercado
de insumos . 23
1.5.1.2 Objetivos da política de preços agrícolas . 25
1.5.1.3 Critérios de fixação de preços agrícolas. 26
1.5.1.3.1 Custos de produção. 27
Sumário . . . . . . . . . . .
1.5.1.3.2 Termos de troca. 28
1.5.1.3.3 Preços de fronteira ou internacionais. 31
1.5.1.4 O dilema da política de preços . 32
1.5.1.4.1 Efeitos da política de preços . 33
1.5.2 Política de comercialização. 35
1.5.2.1 Política de comercialização: uma política
com objetivos próprios. 35
1.5.3 Política de comercialização e política de preços. 38
1.5.4 Instrumentos da política de preços e de comercialização:
estabilização de preços e subsídios . 42
1.5.4.1 Instrumentos da estabilização de preços . 42
1.5.4.1.1 Fixação de preços oficiais ao produtor
e ao consumidor . 43
1.5.4.1.2 Pagamentos compensatórios e
estabilização das flutuações
dos preços internacionais . 45
1.5.4.2 Intervenção nos mercados de fatores e de
insumos agropecuários. 46
1.5.5 Crédito rural. 48
1.5.5.1 Definição do público-alvo e do nível de cobertura. 49
1.5.5.2 Linhas de financiamento. 50
1.5.5.3 Condições de financiamento. 51
1.5.5.4 As garantias . 53
1.5.5.5 Organizações envolvidas com o crédito rural. 55
1.5.5.5.1 Bancos comerciais oficiais e privados. 55
1.5.5.5.2 Instituições de Microfinanças Rurais (IMFRs). 56
1.5.5.5.3 Organizações não financeiras auxiliares. 59
1.5.6 Principais características das políticas agrícolas nos
países desenvolvidos . 61
1.5.6.1 Intervenções na fronteira . 61
1.5.6.2 Medidas de intervenção domésticas. 62
1.5.6.3 Impactos no mercado mundial. 63
1.5.6.4 Dissociação dos pagamentos (decoupled payments). 64
1.5.6.5 Política agrícola dos Estados Unidos . 65
1.5.6.6 Política agrícola da Comunidade Econômica Europeia. 66
CAPÍTULO 2: A política agrícola no Brasil
2.1 A era de ouro da intervenção estatal
na agricultura brasileira. 73
2.1.1 Principais componentes/instrumentos da intervenção. 75
2.1.1.1 Política de crédito rural. 75
2.1.1.2 Programa de garantia de preços mínimos . 80
2.2 A crise da política agrícola. 81
2.2.1 Exaustão e reorientação do crédito rural. 81
2.2.1.1 A mobilização de recursos . 82
2.2.1.2 A gestão dos recursos . 85
2.2.2 A política de preços mínimos durante a década de 1980 . 89
2.2.2.1 A reorientação da política de garantia
de preços mínimos. 89
2.2.2.2 A gestão da política de garantia de preços mínimos. 90
2.3 Outros componentes/instrumentos de intervenção. 94
2.3.1 Pesquisa agropecuária: a criação da Embrapa . 94
2.3.2 Programas de desenvolvimento regional e rural. 95
2.3.3 Programas específicos por produto. 96
2.3.4 A falência do Proagro. 97
2.4 Os novos instrumentos da política agrícola brasileira. 98
2.4.1 Cédula do Produto Rural (CPR) . 99
2.4.2 Contrato de Opção de Venda (COV) . 100
2.4.3 Prêmio para Escoamento de Produto (PEP). 101
2.4.4 Novos títulos financeiros para o agronegócio. 102
2.4.5 Linha Especial de Comercialização (LEC). 103
2.4.6 Zoneamento e seguro agrícola. 103
2.4.7 Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura
Familiar (Pronaf). 104
CAPÍTULO 3: Sistemas Agroindustriais. 107
Referências. 115
Até o momento não há avaliações para esse produto.

Economia agrícola

R$ 33,00

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades e promoções.
Livraria UFV
-
livraria@ufv.br Avenida Peter Henry Rolfs, s/n, Caixa postal 334, Centro | 36570-900-Viçosa-MG | CNPJ: 02.414.568/0003-46