TELEVENDAS:
WHATSAPP
(31)
3612-2067
9 9819-5913
Meu Carrinho
0

Revolução, arte e cultura

Expressão Popular
106623
0 avaliações

Revolução, arte e cultura

Expressão Popular
106623
0 avaliações
Parcelas e formas de pagamento
Visa
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
MasterCard
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Amex
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Elo
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Aura
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Jcb
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Diners
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Discover
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Hipercard
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00
Hiper
1 x R$ 35,00 (Sem Juros) Total Parcelado: R$ 35,00

Gostaria de receber notificação quando este produto estiver disponível?

Calcular frete e prazo
Entrega Frete Prazo
Digite um CEP e clique no botão OK.

Na condição de prisioneiro da gaiola de ouro do capitalismo, engendrada pela Guerra Fria, o Brasil não conhece a obra de Lunatchárski, um dos maiores intelectuais da Revolução de Outubro de 1917, salvo pela antologia produzida pelo Editorial Progresso de Moscou de 1960 e publicada em português (de Portugal) com o título Sobre literatura e arte.

Os mais interessados no tema da cultura política têm agora a oportunidade de conhecer outra amostra do trabalho do nosso Comissário do Povo para assuntos de educação e cultura. Este livro reconstitui sua trajetória de fundador do Proletkult às vésperas da Revolução de Outubro até o ano de sua morte. Nesse sentido, temos materiais que desmentem as calúnias que tanto o ocidente quanto os stalinistas lançaram sobre o projeto e a ação do Proletkult; por outro lado, nos dois textos que encerram este volume, sobre o realismo socialista, também podemos ver o militante que apesar de derrotado, não abandona o programa revolucionário e segue lutando por ele.

Na fase ainda ascendente da revolução, nosso Comissário trata sobretudo dos assuntos relativos a teatro e às reivindicações de soldados e trabalhadores revolucionários para a cultura, bem como das responsabilidades do Estado Soviético diante dos caminhos abertos pela revolução e pelo desenvolvimento das forças produtivas no âmbito da cultura. É assim que define cinema como arma de luta no plano ideológico expondo e denunciando as estratégias americanas e europeias de propaganda dos valores e do modo de vida burguês. Numa palavra: lixo cultural sob a rubrica de arte. O Estado revolucionário não deve hesitar em usar esta arma, cultivando os valores do proletariado, como o senso de dignidade pessoal, o ódio a toda tirania e exploração, o desprezo pela hipocrisia e pela covardia; além de denunciar os vícios da burguesia, da burocracia etc.

Lunatchárski trata com sensibilidade e conhecimento materialista de diversos temas que nos interessam até hoje no campo da história do teatro e da literatura. Seus escritos são fundamentais para interessados na estreita relação entre arte, cultura e emancipação humana.

REF: 9788577433315
Categorias: - Coleção Arte e Sociedade, - Estudos Culturais e Estéticos, Artes, Editora Expressão Popular
Tags: 2aEscolhaClubedoLivro, Clube do Livro Expressão Popular, Coleção Arte e Sociedade Expressão Popular, Lunarchárski
Autor:
Anatoli Lunatchárski

Número de páginas:
330

ISBN:
9788577433315

Editora:
Expressão Popular

ID do produto: 21907

Até o momento não há avaliações para esse produto.

Revolução, arte e cultura

R$ 35,00

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades e promoções.
Livraria UFV
-
livraria@ufv.br Avenida Peter Henry Rolfs, s/n, Caixa postal 334, Centro | 36570-900-Viçosa-MG | CNPJ: 02.414.568/0003-46